terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

O Santos que de santo nada tem

(atenção - linguagem forte e um pouco reles, à imagem do tal senhor)


Coloco aqui este vídeo dessa coisa que dá pelo nome de Rui Santos para que todos possam ver e tirar as próprias ilações. A minha opinião está formada há muito tempo e descrevo-a mais abaixo, mas espero que o caro leitor perca dois minutos da sua vida para, antes, ir ao circo que é o vídeo abaixo e possa apreciar o espectáculo proporcionado pelos palhaços. Poupei-lhe uma visita ao Chen ou Cardinali, quem é amigo quem é?


Já viu o vídeo? Conseguiu não vomitar com o cheiro a corrupção que se consegue imaginar de cada vez que a alimária abre a boca? (Se o fez, as minhas desculpas por ter alvitrado o seu visionamento. Vá, eu espero que limpe isso tudo.)

É inenarrável o espécime de Hominídeo Mentecaptus em que este escrofuloso senhor se transformou. Uma ave rara, cruzamento de jumento com paragem cerebral e um polvo de braços azuis e verdes com problemas de visão e audição selectiva. Não o consigo descrever melhor e, apesar de parecer personagem de ficção... não é. Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é o fado do nosso futebol à beira mar plantado.

Mas, o homem sempre foi assim? Estará com Alzheimer? Ou será que estará sub-nutrido, com problemas alimentares que lhe afectam a oxigenação do (diminuto) cérebro? Não parece. Pelo que me é dado ver, o animal rasteiro está reluzente e gordinho. Aliás, se fosse um porco estaria pronto para a matança (mas não é, não se ofendam com a comparação, caros leitores que possam estar mais ligados ao campo e/ou aos ditos animais). Acho e adivinho até que este estulto senhor terá uma bela dieta, daquelas com muita água e frutinha ao deitar e acordar, sempre incrementada com uns belos cafés com leite à moda do Norte, bem conhecidos da região do Porto.

Então mas se não é da alimentação, estará com problemas profissionais? Carteira menos recheada devido à crise? Bom, a besta está lustrosa e a roupa que enverga não parece ter sido adquirida via loja do chinês ou indiano na zona do Martim Martiz. As notas de quinhentos não parecem faltar por aquelas bandas, quiçá derivado de apostas online certeiras ou então, de certos indivíduos obscuros terem nele visto a aposta certa. Vou mais por esta segunda hipótese.

A voz do dono tem caracóis na pinha, óculos fora de moda e discurso manietado. É, não falha, do que este energúmeno padece é tão só de falta de coluna vertebral, problema que tem afligido a maioria da comunicação social, não parecendo haver remédio para tal maleita.

Cá por mim, tenho o perfeito remédio sempre à mão: um comando televisivo. 
Que falem sozinhos e para o seu público que nós aqui na blogoesfera fazemos questão de os denunciar e mostrar à sociedade do que verdadeiramente são feitos: um belo monte de cocó.

Companheiro Rui Santos, amigo, palhaço, deste circo que é a vida, não se zangue com esta mera opinião se um dia tiver a oportunidade de a ler: afinal de contas, é apenas uma opinião, tão boa ou má como tudo o que senhor diz, não é? Como diz o Bruninho, é tudo a brincar, está bem? Vá, que tal mais um frutinha para lhe arrebitar o desejo?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...