quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Os complexados na sua senda de alteração da realidade




Saiu mais um relatório dos complexados. É sempre agradável ir ao circo sem sair de casa.
(ver essa coisa aqui)

Para além da diminuição dos lucros para perto de zero, da duplicação dos encargos com pessoal, da diminuição geral das receitas de bilhética, etc e tal, o relatório tem 5 páginas só para detalhar processos em tribunal. Claro, apenas aqueles de maior monta (e /ou aqueles que lhes interessa apresentar). Se fossem todos, eram mais umas 200 páginas, no mínimo.

Para além disso, os juros de favor prestados pela Banca são pornográficos. Milhares de empresas a sofrer taxas de juro nos 8% e estes têm taxas a rondar 1% e VMOC que só pagam juros quando a SAD tiver lucros E os distribuir. Traduzindo: nunca. Nada. Zero. Não pagam juros de 80 milhões de Valores mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis durante 12 anos. Neste momento têm 127,5Milhões de euros desse instrumento financeiro (em janeiro vence uma grande parte) e pagam uma bagatela. É este o milagre do Brunalgas e que neste momento distorce totalmente o mercado à conta dos grandes charlatões da finança que mandam de facto nisto tudo. Vão alimentando o Sporting (porque podem) e nós temos que aguentar. Da minha parte, a banca portuguesa, a que ajuda o Sporting, está apresentada. Todos sabemos quem são.

A senda Doyen Sports continua. Mesmo com as declarações públicas do recalcado mor a informar que existe a probabilidade de perderem o caso; de que se perderem irão reclamar da decisão para um sitio qualquer (o que é falso, não podem reclamar, a não ser por algum erro administrativo/processual e não por decisão material ou de facto); de que está acautelado pagamento caso sejam derrotados (ai sim, como?), não existe um único pedido da CMVM referente a este caso. É espantoso como uma SAD não tem que prestar contas perante um valor indemnizatório que deve ser recorde no desporto, que pode corrigir todas as contas passadas e presentes e afectar o Fair Play Financeiro.

Atente-se ao desplante:

"Doyen Sports – Marcos Rojo e Zakaria Labyad 

No dia 14 de Agosto de 2014, sem prejuízo da nulidade dos contratos celebrados com a Doyen, relacionados com os jogadores Marcos Rojo e Zakaria Labyad, a Sporting SAD procedeu à resolução com justa causa dos mesmos. 
(...)
A contingência para a Sporting SAD é de 75% do valor da transferência do Marcos Rojo (Euros 20 milhões), adicionada do valor do “Funds minimum interest fee” relativo ao Jogador Zakaria Labyad, no montante de Euros 3.150 milhares, e uma indemnização a quantificar pelo TAS/CAS que depende de variáveis (entre as quais a inclusão da cedência temporária do jogador Nani e respectiva valorização), havendo sempre lugar à dedução de Euros 4,5 milhões já liquidados pela Sporting, SAD à Doyen."

Valores bastante altos correcto? Portanto, mandam os princípios contabilísticos (quais? uma carrada deles!) que se criem provisões (que iriam diminuir os lucros) para acomodar esse risco. O que fez a SAD atrofiada? Repare-se:

"A Sociedade obteve igualmente um parecer jurídico de uma entidade externa internacional, o qual conclui que o risco de perda para a Sociedade não é necessariamente provável, tendo em consideração os argumentos jurídicos apresentados pela Sociedade."

Foi? Fizeram isso? Gostava de saber em que R &C está esse gasto. Não deve ter sido pouco, digo eu. Foi feito a quem? Uma entidade externa internacional? De Marte? Uau, que nome pomposo. Deve ser dos Iluminati, algo assim top secret, que ninguém pode saber. Mas se eles dizem que fizeram, está dito está dito, só pode ser verdade! Não se pode sequer duvidar de gente tão séria, pode ser pecado.

Portanto, depois deste "parecer jurídico" fabulástico, o que se faz nas contas (mais uma vez) ? Tente-se ler isto sem se rir ou sem achar que a CMVM é uma cambada de parvinhos que estão a mando dos DDT (Doidos Da Tola):

"Atendendo aos factos e fundamentos legais invocados na acção interposta pela Sporting SAD, a mesma entende que deste processo não resultarão impactos negativos materialmente relevantes, susceptíveis de afetar as suas demonstrações financeiras em 30 de Junho de 2015."

AHAHAHAHAHAHAHHAH
AHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAAAAAAAAAAAAAAAAAA
AHAHAHAHA AHAHAA ah ah ah.... ai que me doi a barriga.

é sempre melhor rir para não chorar. Ou vomitar, que é o que está a dar vontade depois de (mais um trimestre a) ler isto no relatório das Osgas SAD.

Os complexados na sua senda de alteração da realidade continuam a sua jornada.
Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo, diz o povo. Quando forem apanhados, vai ser complicado. Mas merecem tudo o que lhes acontecer. Podem descer de divisão através do caso Cristóvão e tudo? Eu carrego no botão do elevador.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...